quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Feminicídio em Imperatriz tem redução de mais de 50% comparado com os últimos quatro anos

          Os dados levantados na imprensa local e no DATASUS, pelo Centro de Direitos Humanos Padre Josimo, entidade que compõe do Fórum de Mulheres de Imperatriz, aponta que  no ano de 2015 houve uma queda  de 50% nos feminicídios (assassinatos de mulheres) em relação ao ano de 2014, e de mais de 50% comparado com os últimos 4 anos. De acordo com os dados pesquisados nos últimos cinco  anos 55 mulheres foram assassinadas em Imperatriz sendo:

Ano                                   Número de feminicídios

2011                                                   11
2012                                                   12
2013                                                   11
2014                                                   14
2015                                                   07

         Consideramos  que a  redução dos feminicídios em 50% foi uma grande vitória para a sociedade de Imperatriz. Os dados precisam ser estudados pelos serviços, eles precisam ser desmembrados por motivações, por região territorial e outros indicadores, favorecendo assim aos serviços especializados a possibilidade real de traçar metas que mantenha estes números  decrescendo a cada ano, para tanto se faz  necessário que os serviços especializados  reflitam  e conjuntamente planejem  ações estratégicas para os próximos anos. 
     Essa redução  é mérito de um conjunto  de motivos, entre eles a visibilidade e atuação  dos serviços existentes no município, o crescente debate na sociedade da necessidade de combater com maior veemência a violência de gênero, e  a   permanente atuação da sociedade civil organizada na luta pela efetivação das políticas públicas de promoção, proteção e assistência as mulheres que estão vivendo em situação de violência.

Vitimas de 2014: 
17 de janeiro - Elenice Pereira de Melo, 38 anos, assassinada no Bairro Leandra. 

18 de fevereiro Bruna Silva Cunha, 16 anos , a  autora do crime foi Jheyslem Chaves de Sousa, 20 anos, encontra-se foragida. 

27 de março  Valdirene Dias Almeida, 28 anos. 

29 de marçoMarcilene Oliveira Azevedo, 27 anos, foi alvejada quando trafegava de bicicleta pela rua General Gurjão. 
22 de abril, Marilene Costa da Conceição,  vitima de rixa contra seu companheiro, alvejada dia 9 de março e morreu 40 dias depois. 

7 de abril, Joana Silva Santos, 39 anos, que foi assassinada com um golpe de faca em um condomínio localizado na Rua Santa Helena, Parque Alvorada II. Assassinada pelo namorado, de nome José Ronaldo Gomes da Silva, que está foragido. 

16 de junho,Francisca Nascimento dos Santos, 37 anos.  

30 de Junho,Natália Sousa Silva, 28 anos, operadora de caixa, acusado do crime Derciel Silva de Sousa, que está foragido. 

30 de julho,Dilvânia Sousa Costa, 32 anos, que era moradora da Rua Presidente Dutra, 2973, Bacuri, foi morta a tiros.  

08 Setembro adolescente de 14 anos – tiros destinado ao companheiro. 

16 de  setembro, Naires Vieira de Sousa, 35 anos, morta a tiros por dois homens em uma moto no bairro Parque Tocantins 

14 de outubro, Michele Rodrigues de Sousa, 22 anos, morta pela  ex- companheira Girlane Guimarães Costa, 35 anos na  Vila Macedo, 

29 de outubro, Tina Charles Rodrigues, de 36 anos de idade, dona de casa foi morta durante a madrugada por membros de uma gang rival do seu filhona Vila JK 

07 de  dezembro, Iraci dos Santos Bezerra, 31 anos, dona de casa, ela havia sido esfaqueada pelo ex-namorado, identificado por Nelim de Sousa Gomes 20 dias antes do óbito.  

Vitimas de 2015: 

23 de março, Jornilda Teixeira Barros Silva, 39 anos, Funcionaria Pública Municipal  Assassinada a pauladas, encontrada morta em um galpão em construção no Parque Alvorada II.  

30 de Abril, Auridéia Silva Viana, 43 anos, Costureira  assassinada a golpes de mão de pilão foi encontrada morta em sua residência, localizada na Rua Godofredo Viana, Centro.  

02 de Junho, Maria Edilene Ferreira de Castro, 35 anos, Promotora de Vendas,assassinada durante um assalto no Centro quando se dirigia para o trabalho .  
21 de junho, Raimunda Leal Barros, Cabeleleira  assassinada a facadas pelo marido na sua residência no Bom Sucesso 
07 de Julho, Camila Vasconcelos Araújo, 14 anos, Estudante, alvejada a tiros quando dormia na residência dos pais, assassino tinha rixa com seu irmã mais velho, o crime aconteceu  no Recanto Universitário.   
 28 de agosto, Kaylane Ferreira Frazão,  13 anos, Estudante,  estuprada e assassinada  na Vila JK.  
7 de outubro, Silvania Silva Pequeno Ferreira, 43 anos, Gari,  morta a tiros  corpo foi encontrado em um loteamento localizado às margens da rodovia Pedro Neiva de Santana. 

Imperatriz – MA, Janeiro de 2016 

Coordenação do Centro de Direitos Humanos Pe. Josimo

Nenhum comentário: