domingo, 15 de dezembro de 2013

MEDALHA 18 DE JANEIRO 

O artigo 15, parágrafo Único do Estatuto do Centro de Promoção da cidadania e Defesa dos Direitos Humanos Pe. Josimo  cria  a  Medalha 18 de janeiro de Defesa dos Direitos Humanos para homenagear quem  se destacou   na promoção e defesa dos direitos humanos durante o ano transcurso.

O Centro de Defesa dos Direitos Humanos, escolhe  os/as homenageados/as por voto direto  entre seus militantes.

A  medalha leva o  nome *18 JANEIRO  em  memória do movimento ocorrido na cidade de Imperatriz, 1995 que culminou com a  OCUPAÇÃO da Prefeitura por parte de  lideranças e população local, em protesto aos desmando da  Gestão do então prefeito em exercício,  Salvador  Rodrigues, e que teve como desfeche a cassação do mesmo e intervenção Estadual na prefeitura.

Instituída  em 2003  homenageou  em :

2003 Irmã Neves – Pelo trabalho desenvolvido a o longo de sua vida em defesa dos direitos humanos das Prostitutas
2004 Graça Carvalho – Pelo seu trabalho desenvolvido a frente da vara de Execução Pernal
2005 Carmem Bascarem – Pela sua Atuação frente a luta  do Centro de Defesa da Vida  de Açailândia  pelo fim do trabalho escravo no MA.
2006 Gloria Cortez – Pela sua atuação junto ao movimento de saúde publica para pessoas  com câncer a frente da AMPARI
2007 Professor Geraldo – Pela sua atuação junto ao movimento popular em defesa da Cultura
2008 Conceição Formiga – Pela sua atuação neste ano em defesa da dignidade  dos Idosos da região
2009 Samira Barros Heluy- Pelo seu trabalho desenvolvido a frente da vara de Execução Penal
2010 Helena Barros Heluy – Pela sua atuação frente ao Legislativo Maranhense
2011 Euriades Rodrigues – Pela sua atuação na luta em defesa de políticas publicas de qualidade para usuários dos CAPs de Imperatriz neste ano.
2012 Gilvânia Ferreira da Silva- pela sua  luta e dedicação na organização dos trabalhadores rurais sem terra na região tocantina, pelo direito e acesso a terra, pela reforma agrária.

Este ano de 2013, o Centro  tem a honra de homenagear com  a 11ª  “Medalha 18 de Janeiro”  a  Sta. Francineide Pereira Alves ,  pela sua  luta e dedicação  em  defensa dos direitos das(os)   trabalhadoras (es) da saúde e  usuárias(os) do SUS da região tocantina,pelo  direito da sociedade civil organizada  exercer sua cidadania legitima e legalmente  amparada pela Constituição Federal negada pela atual  gestão pública.                                             
O Centro de Direitos Humanos entregará a medalha 18 de janeiro, no dia 10 de dezembro de 2013  em uma cerimônia entre lutadores que acontecerá as 17hs na sede do Sindicato da Saúde. 

Nenhum comentário: