quarta-feira, 3 de março de 2010

08 de Março Dia Internacional da Mulher

08 de Março Dia Internacional da Mulher – 1910-2010

100 anos de luta e conquistas e resistência

Por democracia e pela vida do planeta

Aprofundar, aperfeiçoar e radicalizar a democracia é uma das tantas tarefas do movimento de mulheres e feministas, este aprofundamento se dá na luta política pela conquista de direitos coletivos, os quais visam garantir um projeto político, social e economicamente sustentável com a participação ativa das mulheres nos espaços de poder, para fazer valer a justiça ambiental.

Diante do contexto de contradições e exclusões sociais e dos gravíssimos desastres ambientais, lançamo-nos ao desafio de refletirmos sobre os principais problemas ambientais com intuito de desconstruir a concepção capitalista de interdependência dos problemas ambientais, sociais, econômicos, culturais e políticos, obrigando-nos a forjar soluções includentes.

Já não é mais possível esconder a relação existente entre as catástrofes naturais e a destruição e poluição do meio ambiente. A crise ambiental está gerando problemas de caráter alarmante, os quais, além de comprometer a qualidade de vida, em muitos casos danificam o meio ambiente de forma irreversível, colocando em risco a vida do planeta para as gerações atuais e futuras.

DEFENDEMOS AS SEGUINTES POLÍTICAS AMBIENTAIS:

Não a Reforma das Legislações ambientais propostas pelos Ruralistas;

- Implementação de matrizes energéticas modernas, limpas e renováveis – Nenhuma nova Hidrelétric, pela utilização de 100% da capacidade das já existente.

- COMBATE EFETIVO AO DESMATAMENTO;

-FIM DA CONVERSÃO DE ÁREAS DA FLORESTA para o plantio de soja;

- CRIAÇÃO DE PACOTES DE INCENTIVO ECONÔMICO para atividades sustentáveis, que gerem renda e mantenham a floresta em pé, como o ecoturismo e a pesca sustentável.

- CUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL na região amazônica com o fortalecimento da estrutura do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) e do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), além da atuação da Polícia Federal e do Ministério Público na região.

- REFORMA AGRARIA garantindo o desenvolvimento rural, a geração de empregos, alimentos, divisas, redução das pressões sociais sobre os centros urbanos e a contenção do contínuo fluxo de colonos em direção à Amazônia.

- FIM das pesquisas e da comercialização de árvores transgênicas e de sementes estéreis, as chamadas "Terminators";

- POR UMA PRODUÇÃO LIVRE DE TRANSGÊNICOS no país, com a conseqüente estruturação de um sistema de plantio, colheita, transporte e comercialização;

- FISCALIZAÇÃO DAS CERTIFICADORAS DE PRODUTOS ORGÂNICOS, garantindo uma agricultura responsável e livre de transgênicos.


Programação

Dia 06 – 8h Caminhada das Mulheres Campesinas

16h – Exposição de Artesanato – Clube de Mães – Rua Rio Grande do Norte

Dia 08 - 9hs – Audiência Pública – As condições ambientais e os impactos na vida das mulheres. Câmara Municipal

Abertura – Apresentação slide resgatando os 100 anos do 08 de março

Fala de Adriana Carvalho

Fala do Fórum de Mulheres de Imperatriz

Debates

19:30 hs Ato Público Centenário do Dia Internacional da Mulher – Câmara Municipal

– Retrospectiva das principais lutas e conquistas.

- Homenagem as Feministas Haitinas.

- Homenagem da Secretaria de Política para Mulher – a 10 mulheres que se destacam na luta em defesa dos diretos da mulher.

Lançamento da Cartilha do GMEL – Mulher a Vida é tua

Atividade Cultural.

Dia 9 - As 14hs - Audiência com o Prefeito Municipal sobre demandas das políticas públicas para as mulheres.

Dia 10 – As 17hs – Reunião com os presidentes de Partidos Políticos do Município – Planejar um Seminário para discutir o papel da mulher nos partidos, empoderamento e participação nas eleições.

Centro de Promoção da Cidadania e Defesa dos Direitos Humanos PE. Josimo

Movimento de Mulheres Campesinas - MMC

Movimento Interestadual de Quebradeiras de Coco – MIQCB

Sindicato dos Trabalhadores

Nenhum comentário: