terça-feira, 13 de janeiro de 2009

POLÍTICAS PÚBLICAS DE SEGURANÇA


O Ministério da Justiça iniciou preparativos para realizar, em 2009, a primeira Conferência Nacional de Segurança Pública. Trata-se de um modelo de desenho e planejamento de políticas públicas baseado nas experiências exitosas da saúde e da educação, pelas quais os vários atores sociais e ou institucionais buscam pactuar regras e construir consensos. Maiores detalhes podem ser obtidos no sítio do MJ na Internet (www.mj.gov.br/conferencia). Todavia, mais do que anunciá-la aqui, a idéia é provocar a reflexão sobre como garantir participação social e dos profissiionais da segurança pública. O grande desafio será o de construir um espaço plural, significativo, que dê voz aos policiais brasileiros e à sociedade civil, e que consiga circunscrever zonas de consensos e disensos, num movimento de agregar experiências e inovar na capacidade de formulação de políticas públicas.

2 comentários:

Partido Socialismo e Liberdade - Diretório de Imperatriz disse...

Imperatriz deve e estará imbuída nas discussões e contribuindo para a formulação do modelo que agregue as melhores experiências. Para não ficarmos no isolamento, afastados dessas discussões precisamos nos organizar em torno do objetivo de realizar nossa conferência municipal. O papel do Centro de Proteção da Cidadania e Defesa dos Direitos Humanos, das entidades e movimentos sociais de nossa cidade deve visar nesse objetivo para garantirmos que a sociedade tenha seus anseios ouvidos, seja na manutenção da segurança e suas políticas públicas, sejam, na garantia dos direitos humanos da sociedade das pessoas individuais.

Francisca Andrade disse...

A participação da sociedade civil é imprescidevel nesse processo, vamos construir um debate franco, forte e comprometido com uma sociedade justa e solidaria.